Notícias Recentes

Untitled Post

ESA-BA exibe “Cinema Novo” em apoio ao tombamento da Casa Glauber Rocha, em Vitória da Conquista

A OAB da Bahia, por meio da Escola Superior de Advocacia Orlando Gomes (ESA-BA), exibe o filme “Cinema Novo” em mais uma edição do projeto ESArte, que acontece no dia 1º de dezembro, às 19h30, na Sala de Arte do Cinema do Museu, no Corredor da Vitória. O evento será realizado em apoio ao tombamento da Casa Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, e contará com um bate-papo entre os convidados.

Dirigido por Eryk Rocha, “Cinema Novo” traz um ensaio poético e aprofundado do movimento cinematográfico brasileiro que colocou o Brasil no mapa do cinema mundial, lançou grandes diretores, como Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos e Cacá Diegues, e criou uma estética única, essencial e visceral, que mudou a história do cinema e a história do país.

Inscrições e informações no número 3322-0579 ou pelo e-mail [email protected].

Fonte: OAB/Bahia

Conquista: : Corda esticada na rua, sem sinalização, derruba e deixa motociclista ferido

Se a corda estivesse um pouco mais alta eu teria morrido, disse motociclista.
Se a corda estivesse um pouco mais alta eu teria morrido, disse motociclista.

Com o trânsito livre e sem sinalização, um motociclista foi de encontro a uma corda esticada no meio da rua em Vitória da Conquista. Sem conseguir enxergar, ele bateu os braços e peito e levou um tombo.

O incidente aconteceu na manhã de domingo (27) em um trecho de terra batida da Rua Alcobaça, Bairro Kadija, na Zona Oeste da cidade. A corda teria sido colocada para bloquear a passagem de veículos ao lado de um campo de futebol, onde estava sendo disputada uma partida. A reportagem do Ibahia esteve no local, mas ninguém quis falar sobre o assunto, nem apontaram os responsáveis pelo bloqueio da via.

O motociclista, que pediu para não ser identificado, procurou nossa reportagem para denunciar a situação de risco: “Se a corda estivesse um pouco mais alta eu teria morrido” disse ele mostrando os ferimentos pelo corpo, “graças a Deus estava de capacete, podia ter batido a cabeça, uma tremenda falta de responsabilidade aquilo não está sinalizado, eu não consegui enxergar. Me feri bastante também na perna, estou com muitas dores” contou.

Nenhuma via pode ser bloqueada sem a prévia autorização e sinalização do órgão de trânsito.

Baiano é o melhor motorista de caminhão da América Latina

Na grande final, Santos enfrentou o argentino Hugo Armando Valdiviezo, de 35 anos
Foto: Scania/Divulgação
Na grande final, Santos enfrentou o argentino Hugo Armando Valdiviezo, de 35 anos
Luis Carlos dos Santos, de 31 anos, é o melhor motorista de caminhão da América Latina. Natural de Salvador, o profissional derrotou os outros 11 condutores classificados para a final latinoamericana do Scania Driver Competitions, e conquistou o tão desejado título.
A disputa inédita contou com participantes de Brasil, Argentina, Chile e Peru. Santos levou pra casa um caminhão Scania Streamline R 440 6×2 zero quilômetro. As provas foram disputadas ontem (27) e no sábado (26), na Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo, São Paulo.
Cada um dos quatro países teve os três melhores motoristas classificados após meses de disputas em várias fases. No sábado, os 12 competidores fizeram quatro provas, entre elas teórica e de percurso. O domingo começou com o teste de manobra individual ao volante.
A soma dessas cinco avaliações classificou oito motoristas dentre os 12. Curiosamente, apenas o vencedor nacional do Chile avançou, os outros sete foram segundos e terceiros colocados em suas nações.
Esse cenário tornou imprevisível a decisão da competição. Os oito candidatos se enfrentaram em duplas, em provas eliminatórias de habilidade na condução do caminhão e corrida contra o tempo.
Na grande final, Santos enfrentou o argentino Hugo Armando Valdiviezo, de 35 anos. Ambos tinham algo em comum, pois ficaram em terceiro lugar na fase nacional de seus países. Ou seja, não chegaram como favoritos entre os 12.
A difícil prova que valeu um caminhão consistia em fazer um circuito em Z, dirigindo de ré e depois de frente derrubando pinos com a máxima destreza e no menor tempo possível. O brasileiro errou logo no começo e teve de manter a calma para vencer o argentino, que ao cometer uma sequencia de falhas foi superado pela agilidade de Santos.
O terceiro colocado foi o brasileiro Ruy Hermes Gobbi, de 49 anos e natural de São José (SC). Valdiviezo ganhou um prêmio de R$ 25 mil, e Gobbi R$ 15 mil, para compras em rede conveniada. Com emoção e orgulho, os três representaram seus países acompanhados de suas famílias, e foram reconhecidos pelo excelente trabalho que realizaram.
“Agradeço a Scania e a todas as equipes que tornaram possíveis esta competição ser organizada pela primeira vez. Quero dar os parabéns pela valorização, reconhecimento e capacitação que a Scania dedica aos motoristas de caminhão. São presentes para a vida inteira”, afirma o campeão Luis Carlos dos Santos. “Dedico esta vitória à minha família, a todos os caminhoneiros e de forma especial ao meu pai, que já foi motorista e me inspirou. Agora, ao ganhar o caminhão, começo uma nova vida”.
Santos estava prestes a desistir da profissão, após seis anos de estrada. “Quando me credenciei para a final nacional 2016 e peguei o terceiro lugar, em outubro, repensei a decisão. Aconselho a todos os motoristas a valorizar sua profissão, a ter mais amor por ela. Quem está pensando em abandonar não faça isso. Nós movimentamos o Brasil.”
O diretor mundial do Scania Driver Competitions, Mikael Person, esteve no Brasil para acompanhar a primeira final América Latina. “É fundamental para a Scania reconhecer o condutor como uma peça chave no mercado e no desenvolvimento de um transporte sustentável. Estão de parabéns todos os quatro países pelo maravilhoso trabalho realizado com compromisso e qualidade”.
Depois das premiações no pódio, Celso Torii, vice-presidente de Vendas e Marketing da Scania na América Latina, entrou dirigindo o prêmio tão esperado, o R 440, e entregou ao vencedor. “A qualidade dos condutores de Argentina, Chile, Peru e Brasil é fantástica. A diferença nas provas foi decidida no controle dos nervos. São todos excelentes motoristas, e nos orgulhamos de poder organizar um evento que reconhece a dedicação e o profissionalismo dos caminhoneiros”, salienta Torii.

Conquistense é campeão baiano de Ciclismo Speed

9642eefa-2b94-4a5c-8116-92fda60ce901O conquistense JOACER SILVA DE SANTANA, conhecido como (SINHO), foi Campeão Baiano de CICLISMO SPEED na categoria SUB 30, foi CAMPEÃO ETAPA ÚNICA, realizada na cidade de SANTA TEREZINHA E CAMPEÃO DO RANK BAIANO, que aconteceu última etapa na cidade de FEIRA DE SANTANA, realizada no dia 27/11/2016.

Fonte: Blog do Léo Santos 

MEMÓRIAS DO JORNALISMO: ACM quase foi salvo por Geddel!

Marconi de Souza –  

Ricardo Noblat me ligou às 17 horas, no dia 7 de fevereiro de 2003, afirmando que pelo menos duas revistas brasileiras – Época e Isto É – iriam chegar às bancas no dia seguinte, um sábado, com uma denúncia do caralho envolvendo ACM.
– Eu não sei bem o que é… Fui informado apenas que o “cabeça branca” grampeou o telefone de Geddel. Corra atrás disso, porque não podemos levar esse furo. Sua história no jornalismo está em jogo, desafiou-me Noblat, que era o diretor de Redação.
Naquele momento, eu estava fumando meu cachimbo e tocando “Patience”, na rede da minha casa, preparando-me para ir à faculdade. Estava na primeira semana do curso de Direito. Resultado: deixei o violão de lado e fiz mais de 50 ligações – o celular parecia brasa, de tão quente.
Enfim, localizei Geddel… Ele estava no apartamento do pai Afrisio Vieira Lima, na Avenida Centenário, em Salvador. Corri para lá às pressas, no meu velho Tempra, e levei um enorme choque no primeiro contato que tive com esse misto de empresário e político.
Ele foi superarrogante comigo, às vezes me humilhava, sempre fumando seu inseparável charuto cubano. Eu engolia os sapos – não queria perder o furo –, mas ele alegava que tinha dado prioridade ao repórter da revista Época, e não sabia como a denúncia vazou para a Isto É.
– Vou te dar outros documentos amanhã, após a publicação da revista, porque tem mais coisa para ser investigada, afirmou.
– Se eu não publicar a reportagem amanhã, estarei fora das investigações, e esse assunto não terá valor algum na mídia.
– Quem é você, reportezinho de merda?, perguntou.
– Sou o melhor repórter de investigação atuando neste país, repliquei, na altura da sua arrogância.
Ele então soltou uma gargalhada, levantou-se do confortável sofá, veio em minha direção, tragou o charuto e deu uma baforada na minha cara. Eu voei no seu pescoço, e então Afrísio (o pai) e Lúcio Vieira Lima (o irmão), apartaram a briga, para azar de ACM.
Apaziguado os ânimos, Geddel me passou o que seria a primeira denúncia, qual seja, o grampo de ACM no seu celular. Corri para o jornal A Tarde – já passava das 20h30 –, e, no dia seguinte, estava publicada “a melhor reportagem denunciando o grampo de ACM no celular de Geddel”, segundo ele próprio.
– Você deu uma lavagem nas revistas Época e Isto É. Passe aqui em casa na segunda-feira pela manhã, que eu tenho um presente para você, disse Geddel.
Bem, no dia seguinte (domingo, 9/02/03), fui mais longe e revelei o grampo no celular de Nelson Pellegrino e Benito Gama. E não parei mais… Na segunda-feira, com a ajuda da magistrada Telma Brito, descobri os grampos nos celulares da amante de ACM, a advogada Adriana Barreto.
O Brasil pegou fogo com aquela notícia. E então toda reportagem que eu escrevia virava manchete principal no Jornal Nacional. Os repórteres de Brasília, Rio e São Paulo aportaram na Bahia. Só gente arrogante, metida a besta, falastrona. Não sei quem é mais arrogante: se jornalista ou promotor público.
Mas a verdade é que, trabalhando em silêncio, sem alarde, eu dava furo em todos eles. Nos repórteres e no promotor público Edson Abdon. Minha investigação deixou o delegado da Polícia Federal, Gesival Gomes, a ver navios, a ponto de ele me chamar para ajudá-lo nas investigações. Eu respondi:
– Não sou policial, nem servidor público. Carregue a sua cruz…!!!
ACM não sabia como eu conseguia tanta informação guardada a sete chaves. E então, quando foi se defender na Comissão de Ética do Senado (seu discurso está até hoje na internet), só fez duas coisas: pousou pela primeira vez na vida de vítima e, por longas páginas, atacou-me a exaustão. E disse aos jornalistas:
– “Esse repórter está me grampeando”!!!
Olha, dei uma enorme gargalhada. Enfim, foram mais de 100 reportagens que escrevi – 80% delas manchetes principais no jornal A Tarde, com repercussão em todos os veículos de comunicação do país, principalmente na TV Globo, que foi uma parceira importantíssima naquela batalha final.
Ressalto que, desde o início da série de reportagens, a direção do jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul, foi de uma humildade ímpar no jornalismo brasileiro. O diretor do Zero Hora me ligou e pediu permissão para reproduzir sempre, no dia seguinte, as minhas reportagens. E eu cedi ao pedido.
Disse pessoalmente a Lula, em agosto de 2002, que ele iria salvar ACM. A minha premonição não falhou, daí que o “sapo barbudo” mandou sua tropa salvar a pele do coronel baiano no Congresso Nacional. E conseguiu: ele não foi cassado. Todavia, o povo deu o troco – ACM perdeu as eleições de 2004, em Salvador; e a de 2006, na Bahia.
Um detalhe: disputei o prêmio nacional da Embratel com a série de reportagens dos grampos (meus concorrentes foram a TV Globo, Isto É, Época, Veja e a Folha de S. Paulo). Fui o vencedor: ganhei R$ 15 mil. Levei a minha filha Julia para ir receber o prêmio no Canecão (falo mais sobre isso no primeiro comentário abaixo).
Mas, voltando a Geddel Vieira Lima, eu atendi ao seu convite e fui até o seu apartamento, na Avenida Centenário, saber qual era o meu presente. Ele me deu uma caixa de charutos. Esse encontro foi muito rápido – eu nem entrei totalmente no apartamento –, porque ainda estava na investigação.
Mas o encontrei numa terceira e última vez, em 2011, quando ele, então vice-presidente da Caixa Econômica, ajudou-me a conseguir taxas de juros mais acessíveis para os defensores públicos financiarem a casa própria. A arrogância, porém, ainda era a mesma – muito pior do que a de ACM!
O então presidente da Associação dos Defensores Públicos da Bahia, Cláudio Piansky, que estava comigo, ficou assustado com o tom áspero, sempre ríspido, de Geddel Vieira Lima. Por ser muito rico, Geddel acha que pode pisar em todo mundo. Como já dito acima, ele é mais truculento do que ACM.
Ricardo Noblat me contou que, tempos depois, o próprio Geddel confessou-lhe que, com aquele ato insano (a baforada na minha cara), por pouco não salvou a cara de ACM. Sem dúvida, se eu saio daquele apartamento sem a primeira denúncia, jamais iria investigar o restante.
Deixaria o assunto para outros repórteres, como o fiz em outras oportunidades. Modéstia à parte, no jornalismo sempre fui uma espécie de Usain Bolt e Michael Schumacher, ou seja, ganhava velocidade do meio para o final da corrida, mas, obviamente, queria largar entre os primeiros.
Pois bem: o ex-ministro Geddel Vieira Lima – que pediu exoneração anteontem por estar agora envolvido em ato de improbidade administrativa – será ainda o assunto principal na mídia até o final deste ano. Sua pressão (crime) sobre o ministro colega fissurou o governo de Michel Temer.
Mas, devo confessar, não foi por esse motivo que escrevi tudo isso aqui neste domingo. Eu já havia preparado uma história familiar hilária para publicar hoje. A verdade é que toda essa polêmica em torno do ex-ministro me fez lembrar algo que ele escreveu recentemente, e que me emocionou.
No Facebook, Geddel postou uma declaração de amor ao seu pai, Afrísio Vieira Lima, falecido em janeiro deste ano, em poucas linhas:
– “Hoje meu pai faria 87 anos. Sāo 69 dias de uma dor que insiste em doer, e uma saudade que insiste em aumentar. Eu tenho me sustentado apenas na crença inabalável de que, quando Deus me chamar,eu voltarei a deitar no seu colo. Feliz aniversário amor da minha vida”!
Achei simples, humilde e linda a declaração. Por isso, volto a afirmar algo que publiquei aqui em 2013, quando meu pai faleceu. É o seguinte: não acredito na vida após a morte, mas torço para que os religiosos tenham razão, por um só objetivo: eu poderia outra vez ter o enorme prazer de conversar com o meu pai!

Marconi de Souza, jornalista.

Conquista: Criança de 06 anos tem aneurisma e precisa urgente de uma UTI

Por  


crianca-uti
O pequeno Noan, de apenas seis anos de idade está internado na ala pediátrica do Hospital Geral de Vitória da Conquista com um aneurisma. A criança, que corre risco de morte, precisa realizar um exame para identificar a causa do aneurisma, mas o exame não é feito em Vitória da Conquista.

Além dessa situação, a criança que convive com muitas dores, precisa urgente de ser internada numa UTI, mas até o momento, não surgiu vaga em Vitória da Conquista e outras cidades que também foram solicitadas a vaga.

A angústia e desespero dos pais comovem a comunidade. O hospital informou que tem tentando todos os dias, junto a central de regulação conseguir a vaga para o paciente, mas que até o momento não surgiu

Polícia Federal prende vice-prefeito que estava foragido

Foto: Rede Acontece

Dado como foragido na Operação Vigilante, o vice-prefeito eleito de Malhada de Pedras, no Sertão Produtivo do estado, Adriano Baca, foi preso nesta segunda-feira (28).
O político será encaminhado ao presídio de Vitória da Conquista, onde o prefeito da cidade, Valdecir Alves Bezerra, o Ceará, está detido.
Os dois, além da prefeita Terezinha Baleeiro Santos, além de secretários e empresários são acusados de participar de um esquema de desvios de verbas do transporte escolar. O rombo é estimado em mais de R$ 3 milhões.
A Operação Vigilante foi deflagrada na última sexta-feira (25) pela Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU).

Untitled Post

Conquista: Detran realiza mutirão para regularizar carteira de habilitação

javan

A 4ª CIRETRAN de Vitória da Conquista está realizando um mutirão para regularização de processo de habilitação em atraso. As pessoas que já fizeram todo o processo e não receberam suas habilitações podem se dirigir ao órgão afim de atualizar a documentação.
Na oportunidade ,  o Coordenador do órgão, Javan Rodrigues, informa a população que tudo será regularizado junto a empresa INTERPRINT responsável pela impressão de CNH do DETRAN.
O Coordenador está buscando constantemente por servidores em Salvador junto ao DETRAN/BA, haja vista que a 4ª CIRETRAN não tem servidores suficientes para suprir a demanda de Vitória da Conquista com mais agilidade.

Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz

Polícia Federal prende vice-prefeito que estava foragido

Foto: Rede Acontece

Dado como foragido na Operação Vigilante, o vice-prefeito eleito de Malhada de Pedras, no Sertão Produtivo do estado, Adriano Baca, foi preso nesta segunda-feira (28).
O político será encaminhado ao presídio de Vitória da Conquista, onde o prefeito da cidade, Valdecir Alves Bezerra, o Ceará, está detido.
Os dois, além da prefeita Terezinha Baleeiro Santos, além de secretários e empresários são acusados de participar de um esquema de desvios de verbas do transporte escolar. O rombo é estimado em mais de R$ 3 milhões.
A Operação Vigilante foi deflagrada na última sexta-feira (25) pela Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU).

SAIBA MAIS:

Malhada de Pedras: Prefeito é preso e prefeita eleita é conduzida em ação da PF
Foto: Lay Amorim / Brumado Notícias
O prefeito atual de Malhada de Pedras, no Sertão Produtivo, Valdercir Alves Bezerra, o Ceará (PT), foi preso, e a prefeita eleita do município, Terezinha Baleeiro Santos (PP), foi conduzida coercitivamente em uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta sexta-feira (25). Eles foram alvo da operação Vigilante, da PF com a Controladoria-Geral da União (CGU), que investiga fraudes em verbas do transporte escolar. O vice-prefeito eleito, Adriano Baca, está foragido, e o ex-prefeito da cidade, Ramon Santos (PP), marido de Terezinha Santos também foi conduzido coercitivamente. Conforme o delegado da PF Rodrigo Kolbe, as irregularidades partiam de valores pagos à empresa de propriedade do irmão do vice-prefeito. Ainda segundo o delegado, os valores pagos à prestadora eram acima de somas normais, sendo que em alguns casos se pagava o dobro. “Em outras, sequer era feito o transporte na região”, informou Kolbe em entrevista. O rombo apurado chega a ser mais de R$ 3 milhões. Ao todo, foram cumprido dois mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, oito conduções coercitivas, três medidas cautelares e 15 mandados de busca e apreensão. Além de Malhada de Pedras, as ações ocorreram em Salvador, Alagoinhas, Itagibá, e São José do Jacuípe. Após o cumprimento dos mandados, os acusados presos foram encaminhados ao Conjunto Penal de Vitória da Conquista e vão ficar à disposição do Tribunal Federal da 1ª Região, em Brasília. 


(Bahia Notícias).

Untitled Post

Sudoeste baiano: Acidente na Santos Dumont foi provocado por ultrapassagem proibida.

Pelo menos 6 caminhões se envolveram em um grave acidente na Rodovia Santos Dumont, houve feridos, saques e até assaltos. Segundo a PRF, um dos veículos tentou uma ultrapassagem causando um engavetamento, 4 caminhões incendiaram rapidamente logo após a batida e algumas pessoas sofreram ferimentos leves. O acidente foi na tarde de domingo (27), próximo ao Povoado do 58, município de Manoel Vitorino, na Rodovia Santos Dumont. Pessoas aproveitaram para saquear parte da carga de sofás que estavam em um dos caminhões incendiados. A rodovia ficou interditada até por volta das 23 horas e vários assaltos foram registrados, bandidos aproveitaram para roubar os donos de veículos em meio a escuridão, ninguém foi preso.

PAMPA BATE NA TRASEIRA DE MOTO E DEIXA VÁRIOS FERIDOS


Um acidente na BR 330 deixou várias pessoas feridas na tarde de domingo, em Jequié. Segundo a PRF, um veículo modelo Pampa bateu na traseira de uma moto, 4 pessoas que viajavam na carroceria caíram e sofreram ferimentos. O condutor da moto sofreu ferimentos graves e foi levado para o Hospital Prado Valadares. O acidente aconteceu próximo a um motel na saída de Jequié para Jitaúna. (Via Jr Mascote)